• Advertise

15/05/2018



Corretor de imóveis assaltado na Capital busca documentação roubada

 


Na última quinta-feira, dia 10, o corretor de imóveis Luiz Fernando Godzicki foi assaltado enquanto mostrava uma casa à venda para uma cliente, no bairro Pioneiros. Fernando foi rendido e amarrado, e teve carro, notebook, dinheiro e chaves de imóveis levados pelos assaltantes. Mas o que o preocupa é a documentação imobiliária de clientes que também foram levados.

 

Segundo Fernando, parte da documentação foi localizada em Bela Vista, MS, para onde o carro foi levado. “Encontrei alguns documentos, mas estavam molhados”, relatou. Lá, ele também recuperou placas de imóveis em seu nome. O corretor de imóveis agora pede ajuda para localizar os papéis.

 

Quem tiver informações sobre a localização dos documentos pode contatar Fernando pelo telefone 67 9 9149 4444. Além de corretor de imóveis, ele cursa Direito. No notebook levado no assalto também continha material de estudos.

 

Assalto – Fernando agendou às 17h30 com a cliente para mostrar um imóvel à venda. Após cinco minutos na casa, dois assaltantes entraram e o renderam, amarrando-o na lavanderia com os cadarços dos tênis que usava. A dupla levou um talão de cheques, R$ 5,1 mil em dinheiro, um veículo Toyota Corolla, pastas com documentação de imóveis e 50 chaves de residências que estão sob sua administração imobiliária.  

 

Fernando relata que passará a ter mais cuidado nas visitas, mas agradece por estar vivo e junto da família.

 

O presidente do CRECI-MS, Delso José de Souza, reforça o pedido de ajuda ao corretor de imóveis. “Quem tiver informações sobre os pertences do Fernando, principalmente aqueles indispensáveis à atuação profissional e do compromisso assumido com clientes, pode entrar em contato com o Conselho também”, afirma.

 

Delso ressalta que a sensação de insegurança é geral. “Recentemente já tivemos um caso semelhante com uma corretora de imóveis. Precisamos, cada vez mais, redobrar nossa atenção com a segurança pessoal”, afirma. Delso afirma ainda que aguarda o melhor desfecho para o caso que agora está nas mãos da polícia.

  

Quem tiver mais informações para ajudar o corretor, pode entrar em contato no telefone do CRECI-MS: 3325 5557.

 

adv_banner